sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Afinal, Scrap o que?

Nossa coluna para iniciantes conta hoje com um artigo muito interessante da nossa amiga Flávia Geórgia que fala sobre uma grande paixão no scrapbooking que acontece antes mesmo de começarmos a fazer os layouts.... essa prazeirosa, as vezes despendiosa, as vezes glamourosa, as vezes viciante paixão é: comprar!!!!!
A Flávia reuniu, nesse artigo, dicas muito bacanas para tornar essa paixão, além de prazeirosa, o mais prática possível.
Divirtam-se!
Bjs,
Cacau


Compras para iniciantes no maravilhoso mundo do scrapbooking

Quem começa a fazer scrapbook e entra numa loja – real ou virtual – pela primeira vez, pode ser acometido de um mal súbito diante da imensa variedade de papéis, ferramentas e enfeites de todo gênero. Resultado? Comprar mais do que vai usar numa década. Ou até pior, ficar paralisado e sair de mãos vazias.

Nessas horas faz a diferença ter uma amiga scrapper, aquela que já trilhou seu caminho no scrap mundo e já cometeu todos os enganos que você, amiga iniciante, não precisa cometer novamente. Aqui nossas amigas registram suas dicas para você não entrar numa fria na hora da compra, para não correr o risco de ser seduzido pela beleza e pouca funcionalidade de coisas que você nunca vai usar.

A principal dica das nossas amigas descoladas é ir devagar, comprando apenas o essencial.

Como explica nossa amiga Luciana “Não pense que precisa comprar tudo de uma vez para conseguir fazer uma página de scrap. No início compre apenas o material básico e alguns papéis para projetos específicos.Com o tempo você vai descobrindo para que servem as coisas e como usá-las, e vai comprando aquilo que te interessar conforme seu interesse (assim vai evitar de comprar muita coisa que ficaria encostada).”

Mas o que é realmente essencial e básico?

Cola livre de ácido, estilete, regra de metal e tesoura, e se for de precisão melhor. Base de corte é essencial, para não detonar sua mesa de jantar ou bancada, mas fuja das pequenininhas, só conheço uma pessoa que se dá bem com ela, e ela é Solange, nossa artista plástica, então não vale. Carimbeiras são essenciais, esqueça as sete cores do arco iris, compre uma marrom e outra preta, para dar o belo efeito envelhecido, mais conhecido como distress. Alfabeto é essencial, para tanto você pode investir numa cartela de Thickers (joga no Google!) ou numa cartela de carimbos de alfabeto em silicone (clear stamps). Prefira as fontes básicas, e aposte seus reais nas cores branca e preta, que se destacam mais nas páginas.

Papel é mais que essencial, mas atenção! É nessa hora que as iniciantes (e até as descoladas) cometem os maiores enganos e exageros. No início, é comum comprarmos vários papéis estampados iguais. Também é fatal sermos seduzidos por belas estampas, e depois perceber que não combinam entre si. Então, a dica é deixar a emoção de lado e usar a razão: pense primeiro nas fotos que você quer trabalhar, e a partir delas parta para a escolha dos papéis. 

Papéis lisos de várias cores são essenciais, aposte nos tons de marrom, preto, branco e verde. Para bebês os tons pastéis.  Meninos combinam com cores alegres, listras e bolas, pois a sua existência inspiram sempre movimento. Meninas gostam de lilás, pink e rosa. Misture um pouco de laranja ou verde para ficar ainda mais charmoso.  Mas lembre-se sempre que os papéis têm que combinar com as fotos! Treine “escutar” as cores que as fotos estão pedindo!

Na opinião da nossa amiga Fabi, depois que você estiver viciada em scrap, vale a pena investir na Crop a Dile (joga no Google!). E não se engane, o kit de ferramentas com furador e martelo perde em praticidade, você vai acabar adotando uma crop a dile e aposentando o velho kit de ilhós.

Enfim, como bem resume nossa amiga Cinthia, não se entupa de papéis, ferramentas e enfeites que você, amiga iniciante, nem sabe pra que serve! A primeira incursão numa loja de scrap é uma overdose para os sentidos, é muuuuito fácil surtar e comprar tudo que acha bonito, gastar uma fortuna e depois tristemente concluir que nada combina com nada, que faltou material básico (cadê a cola?), que aquele papel divino não combina com nenhuma das suas lindas fotos... O principal – sentimento, bom gosto e certo discernimento – não está à venda em lugar nenhum!

Flavia Geórgia Toledo

5 comentários:

Arte Sana Sonia disse...

Adorei o artigo!
Obrigada,
Sonia

cinthia disse...

Flávia, está excelente!!!

Leticia Pereira disse...

Flávia, muito legal seu artigo!
bjs

Aninha disse...

Flávia..
seu artigo esta excelente...
parabéns..
bjs

Sabrina Mix disse...

Oi, Flávia!

Adorei o post! Já linkei lá no meu blog. Depois dá uma passadinha lá para conferir!

Beijos e sucesso!!!

MEU SCRAP BLOG: http://www.scrapmix.com.br/blog