sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Coluna- E por Falar em Scrap...

Voltamos com a última edição da Coluna em 2009 trazendo um texto da querida Leticia. Nesse texto a Lê enumera os diversos motivos pelos quais faz scrap. Muitos se reconhecerão ao ler o texto. Boa leitura!



Fazer scrap por quê?

Quando conheci o scrapbook me apaixonei imediatamente e não demorou muito para que eu entrasse de cabeça nessa arte. Muitos amigos e familiares, entretanto, não entendiam o porquê de eu “perder” tanto tempo elaborando uma página e “gastando” à toa com esses produtos, se eu poderia simplesmente colocar a foto em álbum comum e escrever até no verso da foto os detalhes importantes...

Devo confessar que no começo esses comentários me deixavam com muitas dúvidas: será que vale a pena tanto empenho e investimento? Será que no futuro aqueles que são os principais motivos das minhas páginas irão reconhecer e dar o devido valor ao que estou fazendo hoje?

Essa dúvida persistiu por um tempo, mas um dia resolvi esclarecer para mim mesma essa questão: então, fazer scrap por quê?

E muitas e muitas respostas surgiram e todas me incentivavam a continuar nessa arte de eternizar lembranças!

1º - Não estou apenas guardando uma foto, eu estou a tornando única, personalizando momentos e contando uma história de forma criativa e original;

2º O arte de scrapbook é linda, rica em detalhes e nos faz prestar mais atenção nas pequenas coisas do dia-a-dia. Assim desenvolvemos mais nossa criatividade e isso se estende para outros setores do nosso dia-a-dia;

3º Ficamos mais atentos ao fotografar. As fotos acabam possuindo ângulos diferentes, outras perspectivas e passamos a ver situações que antes passavam despercebidas;

4º É uma verdadeira terapia! Como é gostoso pegar nosso material, escolher papéis que combinam com a foto e combinam entre si, separar os enfeites, ficar um bom tempo desenvolvendo um técnica, aprendendo coisas novas... nem vemos o tempo passar e não há como ficar remoendo problemas, pois estamos concentrado na elaboração do projeto, que exige muita concentração.

5º E a trabalho depois de pronto? Quer algo mais gostoso e gratificante que ver nosso projeto pronto? Isso não tem preço.

6º Os materiais de scrap são lindos, fofos e dá vontade de ter tudo. Quem não se anima diante de tantas novidades, papéis lindos que dá até vontade de vestir e decorar a casa?

Se ainda faltava mais algum argumento, o próximo acabou com a minha dúvida definitivamente:

7º Quantas amizades fazemos a partir do Scrapbook. Amizades virtuais, reais. Os laços são fortes, pois não trocamos apenas páginas, mas histórias de vida, momentos especiais. Pelas páginas acabamos conhecendo pessoas que estão muito distantes e nos sentimos próximas. O Scrapbook incentiva uma grande rede de relacionamentos. Uma rede séria, com objetivos em comum: transformar papéis, enfeites, fitas, botões em uma arte que conta um pouco de nós de forma criativa e bela! E dividir com todos que tem o mesmo interesse.

Esses argumentos me ajudaram a fortalecer a minha paixão pelo scrap e hoje não tenho mais dúvidas. Faço scrap para mim, porque eu gosto e quero deixar registrados esses momentos. Ainda espero que meus filhos dêem o devido valor às dezenas de álbuns que com certeza ainda farei para eles, mas de qualquer forma já estou satisfeita, eu só ganhei com o scrapbook!



Dois belos trabalhos da Leticia com fotos dos pequenos Gabriel e Tiago - suas fontes de inspiração.




A Coluna entra em férias e retorna em fevereiro. Quem tiver interesse de enviar um artigo pode mandar para o e-mail: patricia.teixeira.dias@hotmail.com


Agradecemos as visitas e comentários.
Bom final de semana!

14 comentários:

marcia disse...

Lê ! adorei tua coluna!
bjs

Kátia Cris disse...

Sabe que já tinha me feito essa pergunta algumas vezes?
"Pra que fazer scrap? Pra que gastar tanto?"
E cheguei a mesma conclusão!
Adorei o texto!
beijos

cinthia disse...

Le, endosso tudo que vc escreveu. E acrescentaria ainda que além de termos vários objetivos em conjunto, como os materiais e técnicas que curtimos tanto, nós que amamos scrap somos basicamente pessoas que gostam de partilhar emoções. Afinal, não é isso que colocamos em cada projeto?
Talvez por isso a gente faça amigas tão especiais neste nosso mundo do scrap, todas temos a partilha de nossos sentimentos, de nossas memórias e emoções como denominador comum.
Obrigada pelo artigo e pelas lindas páginas dos meninos.
Bjão

JO disse...

ola AMIGAS
quero aprender scrap book [ sou vizinha da scraperia ]
http://scraperiaaloja.blogspot.com/2009_12_01_archive.html
moro na IGUAÇU [ aguardo algumas dicas de voces]

http:www.meuorkut.com/jotulio

Aninha disse...

Adorei a coluna de hoje...
beijos e aguardamos as colaboraçãos das nossas leitoras... vamos lá... queremos ver a participação de todas..
bjs

Lu Zischler disse...

Le!
É isso mesmo! seus argumentos são fortíssimos!! :)
Adorei o texto!
bjs

SIBELE disse...

Eu tbem ficava pensando se alguem, no futuro, daria valor aos meus trabalhos. Hoje, não que não me importe mais, é claro que a gente quer reconhecimento, mas eu faço scrap pra mim! Indiferente do futuro que as minhas páginas tiverem!
Seu texto foi perfeito, Le!!
Bjs

Isabel Rocha disse...

Adorei o seu texto Le, você toca nas questões que toda a scrapper sente , muitas vezes questiono-me « será que vale a pena » depois penso « vou parar » e começo a fazer uma rectrospectiva em relação aos meus primeiros álbuns que estão arrumados e que só se movimentam para limpar, e valerá a pena todo este arquivo de memórias .....vacilo.... penso acabar.... há dias muitos negativos que penso que é uma « loucura » que ninguém vai olhar e que é um desperdicio de tempo.... mas logo a seguir surge uma ideia , uma foto que me transmite um sentimento especial que não quero esquecer, então esqueço o «para quê » e mergulho outra vez neste mundo do scrap que me deixa pensar, amar, criar, e divertir com toda a liberdade fazendo o que quero, quando quero , e porque hoje quero.
Foi muito bom ter tocado no «Calcanhar de Aquiles» das scrppers, assim sinto que estamos todas no mesmo barco.
Um beijo especial
Isabel

patricia dias disse...

òtimo texto, Le.
Concordo plenamente! Realmente há muito mais pontos favoráveis ao scrap do que desfavoráveis.

bjos,

Leticia disse...

Meninas, que bom que gostaram!!!! Fico muito feliz!

Jo, mande um e-mail para nós: scrapcuritiba@bol.com.br, que te ajudaremos no que for possível.

Bjs
Le

Maya disse...

Le, lindo lindo lindo!!!
Concordo com tudo oq vc disse!! Agente só ganha guardando nossas histórias dessa maneira!!
Beijinhos
Maya

Fabi Ormerod disse...

LIndo artigo Le...assino embaixo...Beijocas

Julia Cotrim disse...

Amei suas palavras Le!
A mais pura verdade!
Beijos e seus trabalhos estão lindos!

Cla disse...

Olha Gurias, os nossos questionamentos são muitos,mas quando colocamos em prática o que
nos da prazer, huhuhuh...faz muito bem ao nosso ego, eu faço artesanato a mais de 30 anos,e quando termino uma peça, fico toda feliz.
Adoro estar de bem com a vida,adoro estar com minha família e com amigos.
Lê, não tenhas dúvidas, adorei o teu trabalho, Parabéns.
Clamt@hotmail.com
Bjs ,
Cla